terça-feira, 17 de janeiro de 2017

That's not very nice


 (e no entanto, se fosse um "equívoco" de programação programado, seria bem um exemplar perfeito do seguidismo mediático corrente (como fosse a única via para lá dos nichos de facção) procurando alinhar-se computorizadamente com a opinião pública dominante (calculada por um algoritmo com défice de atenção, aselha e encolhido, comensurando coisas como estatísticas a olho das redes sociais, gargantas fundas que não passem das amígdalas, e o ladrar da voz do dono), que incapaz de processar somente com um sorriso paspalho e um piscar de olho proxeneta a algo inesperada dissensão entre amor e ódio das reacções de diferentes grupos sociais aos prolixos legados de Mário Soares (figura que também fica na história por lá ficar desafiando a sólida correlação entre a inscrição nos anais e uma acção monolítica), tivesse matematicamente concebido como a única resolução viável do dilema fundi-las num só epíteto. Só faltaria saber onde guardam a máquina editorial...


)

Sem comentários: