terça-feira, 10 de outubro de 2006

(talkback chairs apart) (ou sessão-contínua na barata salgueiro 4)

«Tu dici: cosa devo guardare? Io dico: come devo vivire? E la stessa cosa»

(e, incidentalmente, isto certamente não é um galanteio, mas refracção do paradoxo de uma eventual mesma partilha na distância... não se floreia impunemente no deserto rosso)

(incidentalmente, à procura de imagens do filme para postar, entro na wikipedia que me surpreende com a seguinte inscrição antes do artigo: «Spoiler Warning: Plot and/or ending details follow». Não sabia que as enciclopédias populares andavam tão versadas na ironia)

2 comentários:

LF disse...

Soberbo filme do mestre Antonioni.
Ainda há pouco tempo escrevi um post a propósito de "Profissão Repórter" cuja reposição vi no Nimas.
O título era "Profissão Génio"

julinho disse...

Já tinha reparado no post, para minha inveja: na indolência apalermada que crê que dura sempre mais uma semana, acabei por perder a reposição no Nimas, ainda num esforço de o ir ver no último dia. Espero que o Nicholson não volte a arrebanhar os direitos do filme no cofre (ou qualquer coisa parecida, que levou a película a estar tanto tempo longe do nosso olhar) e nova oportunidade se plante: nem que seja a edição em DVD que parece saiu agora, quando faça o obséquio de não estar a preços proibitivos. De qualquer forma, a degustação antonioniana persiste só com a reminiscência (ou perturbação) (ou perplexidade) (ou falta de qualificativos) deste deserto rosso, que continua medrar...