domingo, 6 de novembro de 2005

Pequenos Prazeres Pequeno-Burgueses: Pão com Queijo

Pão pra quê?

5 comentários:

Eduardo disse...

O ar de espanto com que algumas pessoas me olham quando verificam que eu como queijo "as a stand alone application" (ai), têm como resposta, invariavelmente, o meu mais sincero olhar de repulsa. É verdade: há pessoas a quem custa conceber que o queijo possa ser comido de outra forma que não na sandocha do dito cujo, e isso mete-me nojo.

julinho disse...

Cheese as a stand alone application. Que ideia é essa de andar a usar anglicismos criativos melhores que os meus, meramente decalcados? Ficaria ofendido, pela minha irrisão, se esse cheese-alone-eaters-phobic-driven-hate não fosse quase tão delicioso como abocanhar um belo e solitário naco de manchego.

julinho disse...

Mais uma vez, ler o ch de manchego, como tch, à bom raiano. Estranhamente, ou não, fica mais aromático.

lilac tree disse...

Hummm, bem pensado. Face à conjuntura dos projectos de longo prazo, hoje vou enfardar-me de queijo! Sem pão, dizem vocês... Venham eles, os pequenos prazeres!

julinho da adelaide disse...

Força, enfarda (hoje..., que certos prazeres repetidos perdem a produção de saliva necessária para os degustar). Será pequeno consolo, mas bem justo. Um queijo saloio como uma rodela de pequena salvação.